Início > Variedades > Cavalo “Roncolho”

Cavalo “Roncolho”

Seguindo a sujestão em forma de brincadeira do meu amigo Eder (É claro que estava brincando quando postou que eu entendia do assunto e pediu que eu escrevesse sobre “cavalos mono-bola”).

Esta brincadeira surgiu num dia de trabalho onde um colega nosso disse que para o cavalo ficar mais calmo era só castrar apenas um dos testículos!🙂 imagina se não ia virar lenda.

Segue o post com o que andei lendo:

Criptorquidismo ou  RONCOLHO, como é conhecido no meio rural, consiste na não descida dos testículos para o escroto. Pode ser um ou os dois testículos e não é um caso muito raro. Um potro deve ter seus dois testículos no escroto por volta dos 2,5 anos, podendo variar. Creio que um cavalo acima de 3 anos com apenas um testículo seja caso para acompanhamento veterinário. Cavalos com este tipo de problema não são aconselhados para a reprodução.

Dei uma pesquisada na net e encontrei este resumo:

Criptorquidismo é uma alteração reprodutiva de machos, caracterizada pela ausência do deslocamento de um ou de ambos os testículos da cavidade abdominal para o escroto, permanecendo no tecido subcutâneo da área pré-escrotal, no abdome ou na área do anel inguinal. É uma doença hereditária autossômica, ligada ao sexo, portanto, embora somente os machos manifestem os sintomas, as fêmeas podem ser portadoras do gene responsável. Existem vários sintomas associados ao criptorquidismo, tais como: esterilidade, distúrbios de comportamento, aumento de sensibilidade local, dermatopatias, alterações neoplásicas dos testículos, entre outros. O diagnóstico deve ser feito através de inspeção visual e palpação cuidadosa do escroto ou por ultra-sonografia quando a ectopia é abdominal. A terapia de escolha para o criptorquidismo é orquiectomia bilateral, por reduzir as chances do desenvolvimento de neoplasias testiculares e a possibilidade de transmissão genética do problema. Portanto, a melhor forma de controle do criptorquidismo é por meio de melhoramento e aconselhamento genético conscientes.

Grande Abraço!

Marcelo Macedo.

Categorias:Variedades
  1. Éder
    março 2, 2010 às 3:03 am

    Mas ah blog bom esse seu, a gente deixa uma sugestão e a matéria sai. Grande Macedo. Abraço tchê, e continue atualizando este pedaço do Rio Grande.

  2. pedro luiz
    abril 19, 2010 às 2:55 pm

    Existe algum teste para verificar se o cavalo roncolho consegue procriar?

    • abril 19, 2010 às 5:09 pm

      Caro Pedro,
      Primeiramente gostaria de agradecer pela colaboração com o conteúdo do blog!

      Não sou veterinário, mas gostaria de contribuir com o pouco de conhecimento que possuo.

      Se você já avaliou o caso com um veterinário experiente e foi constatado que o cavalo possui criptorquidismo, este sendo unilateral, é bem provável que ele possua um grau de fertilidade, porém bem a baixo de um garanhão saudável.

      Um exame andrológico irá avaliar a capacidade reprodutiva do animal. Procure um veterinário para saber mais sobre esse exame.

      Cabe ressaltar que o criptorquidismo possui componentes hereditários e mesmo que o animal possua fertilidade, não é recomendado a utilização na reprodução.

      Cavalos com este diagnóstico podem apresentar diversos problemas comportamentais e ao longo da vida desenvolver outras complicações, então a indicação é quase sempre a castra, mas daí a decisão fica por conta do proprietário.

      Fique a vontade para dar maiores detalhes sobre o caso!

      Espero ter ajudado!
      Grande Abraço!
      Marcelo Macedo.

  3. william macedo bezerra
    maio 28, 2010 às 1:42 pm

    ola! amigo marcelo meu nome é william bezerra eu tenho um cavalo de vaquejada pordo ele tem apenas 2 anos e meio, e ainda naum desceu o outro testiculo e ele e muito valente por acaso vc tem noticias de alguem que tenha castrado um animal que e criptorquidismo e tenha ficado mas calmo como e de costume…

    att:.william

    • junho 2, 2010 às 3:03 am

      Olá William!!! Obrigado por compartilhar seu problema aqui em meu blog!

      Pois bem, o fato de ainda não ter descido o outro testículo não significa que o cavalo possui criptorquidismo. É necessário que um veterinário experiente avalie o caso juntamente com alguns outros fatores como raça, manejo, programa de treinameno, etc. O potro está com 2,5 anos, generalizando, penso que seus testículos já deveriam estar no escroto, porém o potro já tem sua vida esportiva iniciada, isto leva a crer que teve a sua doma com aproximadamente 2 anos… aqui no sul é bem comum domarem potros com esta idade, porém, como acontece com as pessoas, o início precoce de atividades físicas e a qualidade de vida podem influenciar na saúde reprodutiva e acabar gerando efeitos colaterais, o criptorquidismo é geralmente genético, mas pode ser um caso isolado.

      Pelo que pude entender, seu potro é um pouco agitado e você está pensando em castra-lo para que fique mais calmo, certo?

      Com certeza um cavalo castrado possui um temperamento mais calmo, o que facilita tanto no manejo quanto no esporte. Para o caso de seu potro, o testículo que ainda não desceu pode estar causando sim uma irritação.

      Por ser um cavalo jovem e com um futuro esportivo já destinado, acho que você deve avaliar se o cavalo tem potencial para ser um reprodutor, ou seja, possui características a cima da média nos quesitos: índole, conformação e função.

      Se a sua intensão não é que ele seja um reprodutor, a castra irá ajudar bastante no temperamento de seu cavalo.

      Cada cavalo é um indivíduo único, então, não podemos afirmar se ele será um animal muito calmo a ponto de não responder ao esporte (creio que este seja seu grande medo) ou se irá manter seu vigor após ser castrado. Um garanhão pode ser calmo se tiver uma rotina de vida mais próxima de sua natureza (sem confinamento), como isto, infelizmente, não é a realidade da maioria dos garanhões de esporte no Brasil, geralmente eles ficam bastante rebeldes. Existem inúmeros benefícios de se ter um cavalo castrado, resta a você e seu veterinário avaliarem o caso e tomarem a difícil decisão.

      Resumindo:
      – Sei de cavalos que seguem a vida com apenas um testículo e não são agressivos.
      – Já ví cavalos castrados que ficaram muito lentos e sem vigor.
      – Já ví cavalos castrados que ficaram extremamente bons.
      – Já ví cavalos inteiros que são muitos dóceis e calmos.
      – Já ví cavalos inteiros que são verdadeiros leões.

      A partir do momento que compreendi que cavalos são indivíduos únicos, não consegui mais formar uma regra geral, ou seja, cada caso é um caso!!!

      Peço desculpas se não consegui ajudar muito!

      Aguardo mais informações e novidades sobre caso de seu cavalo!

      Grande Abraço!
      Marcelo Macedo.

  4. agosto 31, 2010 às 9:15 pm

    Eu tenho um cavalo roncolho e gostaria de saber se tem como castralo e onde.Gostaria de um lugar proximo a Telemaco Borba (PR).por favor entrem em contao comigo.
    Obrigada.
    Gleice Lima

    • outubro 19, 2010 às 1:26 pm

      Olá Gleice, desculpe a demora do retorno, andei com o blog meio parado.

      Como está o seu cavalo? já foi castrado?

      Infelismente não tenho como ajudá-la, não sou veterinário, apenas escrevi sobre o assunto.

      Sou de Canoas-RS. Não conheço veterinários na sua região. Mas assim, você deve verificar o estado de saúde de seu cavalo e avaliar a melhor forma de castrá-lo, pois o criptorquidismo possui algumas características que devem ser observadas por especialistas para que a castração obtenha sucesso em todos os sentidos!

      Agradeço pelo seu contato!
      Fique a vontade para compartilhar suas experiências com este cavalo.

      Como você descobriu que ele tinha este problema?

      Como é o temperamento dele?

      Ele possui algum sintoma que o diferencia de outros cavalos?

      Se movimenta normalmente?

      Aparenta ter vontade de reproduzir?

      Se alimenta normalmente?

      Muitas pessoas passam pelo meu blog procurando por este assunto.
      Derrepente, você escrevendo um pouco mais sobre o cavalo pode me ajudar a ajudar outras pessoas que derrepente nem sabem que possuem um cavalo com este problema.

      Grande Abraço!
      Marcelo Macedo.

  5. Helton José
    novembro 10, 2011 às 12:31 am

    Marcelo Boa Noite,
    Meu nome é Helton tenho um potro de 2 anos e 10 mêses e é roncolho. Ele teve a primeira fase muito prejudicada devido os maus tratos do antigo e desfortunado dono.
    Bom também tenho uma égua adulta e ele já cobriu diversas vêzes. Uns tropeiros velhos me falaram que “perdi” o cavalo pois ainda não domei ele (devido o atraso da primeira fase).
    Por favor, isso é verdade pois até então ele muito dócil conosco e quero domá-lo para minha filha.
    Desde já muito obrigado.

    • novembro 10, 2011 às 1:47 pm

      Olá Helton,

      Primeiramente aconselho você a procurar um veterinário para obter a certeza do criptorquidismo e analisar as possibilidades de tratamento, neste caso uma provável castração. Enquanto esta situação não for resolvida, acho que você deve adiar o início da doma, mas jamais podemos dizer que o cavalo está perdido. Talvez um grande criador iria optar por não investir em um cavalo com este diagnóstico por questões comerciais ($$$), mas isto não quer dizer que o cavalo não serve mais para nada.

      Por ser um cavalo dócil e estar acostumado com vcs, acho que após o devido tratamento e doma, com certeza sua filha terá um grande parceiro de cavalgadas e lazer!!!!

      Agradeço pelo contato e aguardo mais informações sobre seu cavalo!!!

      Grande Abraço,
      Marcelo Macedo.

  6. dezembro 9, 2011 às 2:56 pm

    Boa tarde marcelo tom com um probleminha tenhu um potro manga larga com 2 anos e 7 meses porem nao descel nenhum testiculo fui em um veterinario ele me disse q tem cavalo que demora mesmo queria saber de voce pois meu cavalo ta um lindo cavalo bem domado e bem carinhoso queria saber se e algum problema oque devo fazer obrigado abraço

  7. Neto
    julho 23, 2012 às 3:07 pm

    E pode castrar um cavalo roncolho?

  8. wanessa
    julho 17, 2013 às 5:19 pm

    EXISTE ALGUM CASO QUE NÃO É ENCONTRADO UM DOS TESTICULOS DO CAVALO? TENHO UM CAVALO QUE ACHAVA QUE ERA ROCOLHO, MAIS QUANDO FUI CAPA-LO NÃO CONSEGUIMOS ENCONTRAR O OUTRO TESTICULO. O QUE ACONTECE NESTE CASO?

  9. Vanessa Marques
    janeiro 28, 2014 às 11:03 pm

    Olá Marcelo, possuo um Quarto de Milha de genética muito boa, está nos seus 5 anos de idade e apresenta monorquidismo. Creio eu, que enquanto estava sob posses de outros criadores de cavalos, sua castração foi realizada apenas no testículo que desceu para a bolsa escrotal, enquanto o outro permanece em sua cavidade abdominal até então. Ele apresenta um temperamento extremamente dócil, sem sensibilidade local e dermatopatias.
    Sei que o criptorquidismo é hereditário, mas gostaria de saber se por métodos naturais, ou através de técnicas de reprodução com intervenção veterinária, é possível que este animal consiga reproduzir-se e gerar potros fisicamente saudáveis, já que, devido ao seu valor genético e comercial, é de nosso extremo interesse perpetuar seus genes, valorizando seu bem estar em primeira mão.

    Agradeço desde já.

  10. ANTONIO CARLOS DOS SANTOS
    maio 27, 2015 às 3:47 pm

    O meu cavalo é muito agitado principalmente qunato vai a uma cavalgada ele é roncolho, enpina endoida o que eu faço?

  11. Cristiano Gomes Borges
    julho 5, 2015 às 1:56 pm

    Bom dia estou comprando um cavalo mangá larga de 3 anos estou com medo porque um dos bagos dele ainda não deseu isto e normal vcs pode mim esclarece ?criatc

    • novembro 22, 2015 às 1:46 am

      Boa Noite! Desculpe a demora! Comprou o cavalo? como ele está?
      Abraço!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: